Termos e Condições do Website

Termos e Condições sobre o Conteúdo e Acesso ao Website

• Este site foi desenvolvido pela Equitas Administração de Fundos de Investimentos LTDA. (“Equitas”) e tem caráter meramente informativo e não deve ser entendido como oferta, recomendação ou análise de investimento ou ativo, nem tampouco constitui uma oferta de serviço pela Equitas e nem venda de cotas dos fundos por ela geridos.

• Apesar do cuidado na obtenção e manuseio das informações apresentadas, a Equitas não declara ou garante a integridade, confiabilidade ou exatidão das informações, eximindo-se de quaisquer responsabilidades por prejuízos diretos ou indiretos que venham a ocorrer, nem tampouco por decisões de investimento tomadas com base nas informações contidas neste site, as quais podem inclusive serem modificadas sem comunicação.

• Antes de investir, seguem algumas informações importantes:

a. Recomendamos ao investidor a leitura cuidadosa do regulamento do fundo de investimento, do formulário de informações complementares e da lâmina de informações essenciais antes de realizar investimentos, sobretudo sobre os aspectos de risco relacionados ao investimento.

b. Fundos de Investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos – FGC.

c. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros. Para avaliação da performance de quaisquer fundos de investimentos, é recomendável uma análise de período de, no mínimo, 12 (doze) meses. A rentabilidade divulgada não é liquida de Impostos.

d. Os fundos de investimento utilizam estratégias com derivativos como parte integrante de suas políticas de investimento. Tais estratégias, da forma como são adotadas, podem resultar em significativas perdas patrimoniais para seus cotistas, podendo inclusive acarretar perdas superiores ao capital aplicado e a consequente obrigação do cotista de aportar recursos adicionais para cobrir o prejuízo do fundo.

e. Alguns dos fundos expostos estão autorizados a realizar aplicações em ativos financeiros no exterior. Os fundos de ações podem estar expostos a significativa concentração em ativos de poucos emissores, com os riscos daí decorrentes.

• O conteúdo deste website não pode ser copiado, reproduzido, publicado, retransmitido ou distribuído, no todo ou em parte, por qualquer meio e modo, sem a prévia e expressa autorização, por escrito, da Equitas através de seus representantes.

Ao continuar, declaro que:

• Li e concordo com os Termos de Uso e Política de Privacidade.

• Entendo e concordo que a Equitas poderá coletar e armazenar meus dados pessoais.

• Estou ciente que para obter informações sobre os meus dados, devo entrar em contato através do canal Proteção de Dados ([email protected]).

Seleção de Investimentos: entenda o nosso processo - Equitas

Nossos Insights

Conteúdos e análises sobre o que impacta seus investimentos

Seleção de Investimentos: entenda o nosso processo

Confira como funciona a escolha de um investimento para compor o portfólio dos fundos da Equitas, entre as etapas do processo você vai entender um pouco mais sobre as análises qualitativas e quantitativas e entender um pouco melhor sobre as premissas que compõem nosso modelo de valuation.

O processo de seleção de um investimento novo para o nosso portfólio obedece uma trajetória que passa pelas seguintes etapas:

Geração de ideias

Nosso processo de seleção de oportunidades de investimento se inicia na fase de geração de ideias. Esta etapa inicial é caracterizada pela abrangência e inexistência de limitações. Qualquer membro da equipe pode ser originador de uma possível ideia de investimento a ser aprofundada e submetida ao nosso processo de investimento. Nesta fase, o ambiente aberto, colaborativo e de alinhamento de interesses entre os membros da equipe estimula que cada um tenha a responsabilidade e o estímulo a originar possíveis ideias de investimento.

As fontes utilizadas pelos membros da equipe são as mais variadas e incluem, entre outras:

(i) observações de informações colhidas durante o processo de acompanhamento do nosso universo de investimento;

(ii) contatos com nossa rede de relacionamento proprietária que inclui especialistas nas mais variadas indústrias, consultores, executivos e empresários de companhias listadas e fechadas, bem como com nossos investidores;

(iii) contatos mantidos com provedores de informações tais como brokers e analistas de sell-side; 

(iv) contatos com outras equipes de gestão – nossos pares de mercado – e com gestores de private equity.

Captura de informações

Nessa etapa do processo, tentamos obter um amplo e rico leque de informações através de conversas com especialistas da indústria, clientes, fornecedores, competidores, reguladores, além do próprio management das companhias objeto de nossa análise. Buscamos também acessar nossa rede de relacionamentos proprietários formada por executivos, empresários, consultores e investidores como fonte de informações.

Análise Qualitativa

Em paralelo ao processo de captura de informações buscamos formar um entendimento detalhado da companhia alvo de nossa análise, através do entendimento da interação da companhia com seus diferentes stakeholders tais como funcionários, consumidores, fornecedores, competidores e acionistas. Com isso, objetivamos identificar os drivers de geração de valor e onde estão os diferenciais competitivos, as fraquezas, as oportunidades, e os pontos de risco que podem afetar nosso investimento.

Damos bastante ênfase para o entendimento da dinâmica competitiva da indústria e tendências de alteração. Entendemos que mesmo os fatores de diferenciação mais resilientes estão sujeitos a ciclos. Nesse sentido, buscamos entender em qual ponto do seu ciclo cada um desses elementos se encontra. Buscamos entender as visões dos diferentes participantes do mercado, tais como analistas de sell-side e outros gestores, com o objetivo de identificar em quais pontos nossas visões se alinham com os demais participantes de mercado e em quais pontos divergimos. Em muitos casos, formamos hipóteses que buscamos testar através de pesquisas proprietárias. Ao final desse processo, sempre buscamos entender se conseguimos através de nosso processo de coleta de informações diligente e análises detalhadas, de fato, formar algum diferencial analítico que nos permita ter convicções fora do consenso de mercado.

Análise Quantitativa

Analisamos o histórico das demonstrações financeiras da companhia alvo, buscando entender seu ciclo de caixa, geração histórica de caixa, conversão de caixa, rentabilidade sobre o capital investido histórico e consistência de práticas contábeis. Identificamos indicadores chave e tentamos analisar sua evolução ao longo do tempo. Comparamos tais indicadores com outras empresas concorrentes ou em outras indústrias, para estabelecer paralelos e benchmarks. Confeccionamos modelos de projeções de resultados e de fluxo de caixa. Tais modelos são utilizados principalmente como instrumento para efetuarmos análises de sensibilidade sobre as principais premissas de nossas projeções. Utilizamos nossos modelos de projeção também para obtenção de preço-alvo através da aplicação da metodologia de Fluxo de Caixa Descontado (DCF).

No entanto, não é esse o principal parâmetro que utilizamos em nossos processos de tomada de decisões, análises DCF são altamente influenciadas por premissas feitas em horizontes muito distantes de projeções, sobre as quais temos pouquíssima segurança. Acreditamos que, na grande maioria dos casos, temos baixa confiança sobre projeções feitas em horizontes acima de 3 a 5 anos. Por isso, buscamos entender em detalhes as tendências e trajetória das principais variáveis que afetarão o crescimento, rentabilidade e geração de caixa das companhias nos próximos 3 anos.

A partir desse horizonte de projeções (3 anos) preparamos uma análise de Taxa Interna de Retorno (TIR) do nosso investimento em 3 anos utilizando como parâmetro para valor de saída, um múltiplo de lucro na grande maioria das vezes inferior ao múltiplo atual ao qual a ação é negociada, refletindo queda futura da perspectiva de crescimento de lucros.

Benchmarking

Ao final do processo de captura de informações, análise qualitativa e quantitativa, submetemos a oportunidade de investimento sob análise à uma comparação com o custo de oportunidade e com as empresas que fazem parte do grupo “Benchmark” do nosso universo de cobertura que estejam expostas a fatores de risco semelhantes. Assim, para ser considerada como alternativa para composição do nosso portfólio, uma determinada ação/empresa deve oferecer uma relação risco vs retorno superior àquela apresentada pelas ações do grupo Benchmark, ou no mínimo uma relação risco vs. retorno equivalente com retorno superior, desde que a equipe tenha intenção de “comprar” os riscos específicos que dão origem à expectativa de retorno superior.

Uma vez tomada a decisão de investimento em determinada empresa, ela entra no portfólio dos fundos e passa a ser acompanhada ainda mais de perto, sendo constantemente reavaliada.

Conheça mais sobre nossos fundos aqui.

Leia também:

E-commerce: o que você precisa saber sobre o tema
As vantagens de investir em fundo de Previdência Privada
Venture Capital: entenda sobre o assunto!

Os comentários estão desativados.

Quer investir
ou tem alguma dúvida?

Entre em contato

Rua Funchal
n. 375 • Conjuntos 151 e 152
CEP. 04551-060
Vila Olímpia
São Paulo

Ver mapa no google
ANBIMA
Como Investir